12 de fevereiro de 2010

Conscientes Blasfêmias

Domesticando minha raiva: antes de pensar em odiar alguém, já passo a forjar o amor por outrem. Exercício hipócrita que me livra do câncer. Se bem que Jesus deve ter morrido crucificado pelo tédio ao pregar tudo aquilo. Não à toa os pregos lhe caíram aos membros, de tão cansados da palavra. Perdoar é uma lástima, vingança é coisa bem mais justa. Nem é qualquer um que vale a pena. A grande maioria vale a pena de morte.

7 comentários:

Sr. Personna disse...

Amem

Anônimo disse...

paola


"Meaningful Love"
by John Ashbery


What the bad news was
became apparent too late
for us to do anything good about it.

I was offered no urgent dreaming,
didn't need a name or anything.
Everything was taken care of.

In the medium-size city of my awareness
voles are building colossi.
The blue room is over there.

He put out no feelers.
The day was all as one to him.
Some days he never leaves his room
and those are the best days,
by far.

There were morose gardens farther down the slope,
anthills that looked like they belonged there.
The sausages were undercooked,
the wine too cold, the bread molten.
Who said to bring sweaters?
The climate's not that dependable.

The Atlantic crawled slowly to the left
pinning a message on the unbound golden hair of sleeping maidens,
a ruse for next time,

where fire and water are rampant in the streets,
the gate closed—no visitors today
or any evident heartbeat.

I got rid of the book of fairy tales,
pawned my old car, bought a ticket to the funhouse,
found myself back here at six o'clock,
pondering "possible side effects."

There was no harm in loving then,
no certain good either. But love was loving servants
or bosses. No straight road issuing from it.
Leaves around the door are penciled losses.
Twenty years to fix it.
Asters bloom one way or another.

aldirbrasil@yahoo.com.br

JOSÉ RAFAEL MONTEIRO PESSOA disse...

Nenhuma justiça é tão reconfortante quanto a vingança.

bia martins disse...

Adorei!!!
Um bjo.

Super Aster disse...

vingança
vin.gan.ça
sf (vingar+ança) 1 Ação ou efeito de vingar ou vingar-se. 2 Desforra, represália, vindita. 3 Castigo, punição. 4 Desejo de se vingar.
Fonte: Dicionário Michaelis

Super Aster disse...

justiça
jus.ti.ça
sf (lat justitia) 1 Virtude que consiste em dar ou deixar a cada um o que por direito lhe pertence. 2 Conformidade com o direito. 3 Direito, razão fundada nas leis. 4 Jurisdição, alçada. 5 Tribunais, magistrados e todas as pessoas encarregadas de aplicar as leis. 6 Autoridade judicial. 7 Ação de reconhecer os direitos de alguém a alguma coisa, de atender às suas reclamações, às suas queixas etc. 8 Poder de decidir sobre os direitos de cada um, de premiar e de punir. 9 Exercício desse poder. 10 Rel Estado de graça; retidão da alma que a graça vivifica; inocência primitiva, antes do pecado do primeiro homem. 11 Personificação da justiça considerada como divindade. J. de funil: a que é liberal e ampla para uns, restrita e apertada para outros. J. de mouro: crueldade na aplicação da lei. J. distributiva: a que distribui prêmios ou castigos a cada um, segundo o seu merecimento. J. divina: atributo de Deus pelo qual Ele regula com igualdade todas as coisas. J. do trabalho: conjunto de órgãos, com jurisdição própria e específica, regidos pela legislação social e independentes do Poder Judiciário, destinados a dirimir os conflitos de interesses suscitados entre empregadores e empregados. J. militar: a que se pratica nas forças armadas, de acordo com as leis militares. De justiça: justo, merecido. Fazer justiça: justiçar. Fazer justiça a: punir ou premiar eqüitativamente; julgar, sentenciar.

Fonte: Dicionário Michaelis

MISCELÂNIA RIFF disse...

DOMESTICAR A RAIVA... Adorei isto...q. inteligente e mega criativo... Adorei seu Blog.. Congratularions... Um jeito contundente e forte de expor o q. sente. Eu gosto muito disso. Parabens.