3 de maio de 2010

Nasci sensitiva e assim hei-de morrer, muito provavelmente... Nós somos o que somos e não o que quereríamos ser; não te parece? Tens que me aceitar como eu sou visto que só assim eu creio que me possam ter amor.

Correspondência (1920)
Florbela Espanca

5 comentários:

Emanuella Maria disse...

menina que delicias os teus textos.. adorei esse cantinho aqui.. visitarei sempre
beijos

Emanuella Maria

maybe disse...

I'm appreciate your writing skill.Please keep on working hard.^^

Chardie B. disse...

adorei o blog
mto bons textos e tudo mais
alem de mto bonito

http://chardiebatista.blogspot.com/
da uma passadinha lah qdo der
ou não tiver nada pra fazer hehehe
abrax

Rafael disse...

ok, ok, eu te aceito
bj

Cirisley Steinberg disse...

lembrei da Jean Grey na hora q li , a personagem telepata dos x-mens