2 de abril de 2010

Narcisa para matar

Andam incomodados
Com a fumaça do meu vício...
O de cheirar uma flor:
Flor de Narciso.
Crescida dentro de mim estou
Em meio às facas d'espinho.
Querem me furar rei da barriga,
Mas planta carnívora que sou
Cuspo nas vistas ofuscadas
Por meu viço.

6 comentários:

Janio lima disse...

Poeta e flor vc é. Nas palavras surgem o encanto, inesperado e genial. Vc é genial. Abraços!!

....CRYS WILD..... disse...

PAOLA BENEVIDES AGORA É MINHA LEITURA OBRIGATÓRIA...SENSACIONAL

Roberto Tavares disse...

Que nada você é maluca, curti demais. sua insanidade pode curar o mundo.

Paola Benevides disse...

Obrigada, obrigada, muito obrigada, leitores queridos!

Diego Cosmo disse...

http://dcosmo.blogspot.com/ - Nova postagem! "cosmo a pé"

Leca disse...

A flor de Narciso é linda...
ainda não cherei...vou tentar...
parabéns pelo blog...
beijos
Leca