26 de novembro de 2008

Espelho, espelho não meu,
mas da morada a que pertenço.

Reflito aflita
sobre meu endereço:

o que me levou a mudar
tanto assim?

Um comentário:

Tarco Lemos disse...

um choque né
não se escapa
de meta mofas